Elisa Samudio

Minha filha Eliza é a luz em minha vida até nos dias de hoje, o bebê Eliza sempre foi linda, calma e dorminhoca, quando adolescentes muito sonhadora muitos dos seus sonhos realizados, como conhecer o Goleiro Rogério Ceni do são Paulo seu time do coração aos 8 anos ela escalava o time e seus reserva, o sonho de ser mãe também foi um sonho realizado por ela porém sua vida foi interrompida e não pôde ver o crescimento de seu filho.

 

Eliza sempre foi uma menina meiga carinhosa responsável, não tinha medo, essa palavra não existia no seu vocabulário. Como Eliza seria como mãe? seria uma mãe extremamente protetora amorosa, como ela mesma me dizia mãe: o dia que eu tiver um filho mato e morro por ele, essa mãe eu gostaria que o Bruninho conhecesse e pudesse viver sua história ao lado dela dessa mãe que enfrentou a todos por sua vida, foi caçada como um animal, mas não desistiu de lutar pela vida de seu filho, como ela mesma dizia que morreria pelo filho, ela morreu.

Eu, sua mãe tenho imenso orgulho da minha menina, carrego comigo em meu coração em minhas lembranças todos os momentos vividos ao seu lado, existe a sua ausência, mas a sua essência continua viva e se eu contínuo viva é graças a você meu amor, o Bruninho é parte sua e por ele estou aprendendo a ser a guerreira que você foi, tenho imensa saudades suas dói na alma a falta que você me faz,eu tinha tanto aprender com você.

Te amo te amarei eternamente.