1/5

Adalton Marques de Azevedo

Adalton nasceu em 17/09/85 e foi assassinado em 26/11/17. Ele tinha 32 anos, era divorciado e tinha uma filhinha, que na época tinha 5 anos. Ele trabalhava com logística durante o dia, a noite e fins de semana na hamburgueria da família. Rapaz responsável, companheiro e melhor amigo de seu pai.
O crime aconteceu no dia 26 de novembro, no campo de futebol do Sete de Setembro, no IAPI, Zona Norte de Osasco. Adalton acabara de apitar um jogo de futebol quando, dois homens bem vestidos desceram de um carro e foram em direção a ele. Um deles, após afirmar “é você mesmo”, efetuou o primeiro disparo, atingindo o rapaz no abdome. Nesse momento, o pai da vítima, que estava junto ao filho, entrou na frente dele para tentar protege-lo, mas foi ameaçado com um revólver apontado contra sua cabeça e também ameaçado pelo segundo suspeito, que ainda disse: “se afasta que o negócio não é com você”.  Na sequência, deu dois tiros na cabeça do rapaz, que morreu no campo.
Ainda segundo testemunhas, a única reação da vítima, ao ser ameaçada, foi levantar os braços e perguntar “o que eu fiz?”.
 
A polícia prendeu um dos atiradores, o outro se encontra foragido.
https://videos.bol.uol.com.br/video/rapaz-e-assassinado-na-frente-do-pai-em-campo-de-varzea-04024C18376AD8B16326
https://videos.band.uol.com.br/16665701/rapaz-e-assassinado-na-frente-do-pai-em-campo-de-varzea.html
Em homenagem a memória do filho, seu pai criou um projeto social, o Proama - Projeto Adalton Marques de Azevedo.
proama1.jpg
proama2.jpg

Núcleo de Apoio à Vítimas de Violência  -  *todos direitos reservados*