O NAVV é formado por pessoas que se dedicam ao auxilio as vítimas de violência e suas famílias.  Algumas estão no grupo porque sofreram perdas de entes queridos e outros estão por amor ao próximo. Não somos vinculados a nenhuma ideologia religiosa, politica ou governamental.
assinatura_6.gif

Se você conhece uma mãe que perdeu um filho, não diga que foi a vontade de Deus, pois Ele não quer nos ver sofrer. Deus nos criou para sermos felizes e termos vida em abundância. Também não diga que poderia ter sido pior. Se tivesse a escolha entre perder um filho ou morrer, indubitavelmente a mãe morreria por este filho. Por favor, não tente confortar uma mãe dizendo: Você tem outros filhos. Uma mãe pode ter dez filhos, mas sempre sentirá falta daquele que se foi. Não diga: Não chore que faz mal para ele, pois esta mãe ainda precisa chorar...tem o direito de viver o sua dor! Eu entendo como você se sente. Não!!! Você não entende, a não ser que você tenha perdido um filho...Aí, sim, talvez você soubesse como se sente uma mãe que perdeu um filho. Não finja que nada aconteceu e não mude de assunto quando esta mãe falar sobre seu filho. Se ela estiver falando sobre ele, isto significa que que ela quer e precisa falar. Deixe-a falar. Fingir que nada aconteceu só vai fazê-la sentir-se sozinha. Diga apenas, eu sinto muito, diga: Ofereço-lhe meu ombro e meus ouvidos. Diga: Eu fiz uma oração por vocês. Mande flores ou uma pequena mensagem. Cada uma que esta mãe recebe, faz sentir-se amada. Não fique triste se ela não responder, mas não a abandone, pois se você  sabe que ela precisa de você... Reconheça que esta mãe sofreu uma morte na família, e perdeu seu bem mais precioso: o seu filho. Assim, trate-a como você trataria uma pessoa que vivenciou a morte trágica de alguém que você amava muito. Ela precisa de tempo. Talvez ainda se passem meses, ou até anos, antes que fique pelo menos uma hora sem pensar nisso. Acima de tudo, por favor, lembre-se que isto é a pior coisa que já aconteceu a esta mãe. Elogie sempre quando ela conseguir arrumar o cabelo, fazer as unhas,passar um batom. Comemore sempre que a encontrar na rua, no shopping, no supermercado, num restaurante. Você não imagina o esforço que ela fez pra conseguir sair de casa, para botar um sorriso no rosto, para disfarçar seu olhar de tristeza! A palavra morte é pequena e fácil de dizer, mas imensurável para suportar.

Autor desconhecido

Nosso contato nas Redes Sociais

  • Facebook